Buscar
  • profmus

Exposição - Ser Músico em Portugal (1750-1985)

O projecto PROFMUS apresenta a Exposição “SER MÚSICO EM PORTUGAL (1750-1985)”, patente entre 2 de Julho e 6 de Novembro de 2022 no Museu da Música Portuguesa - Casa Verdades de Faria (Monte Estoril).



Trata-se de uma iniciativa inédita e pioneira que reúne uma selecção de documentos e outras peças de enorme valor e interesse patrimonial, provenientes dos arquivos históricos da Irmandade de Santa Cecília e do Montepio Filarmónico, ambos localizados na Basílica dos Mártires, e do Arquivo Histórico do Sindicato dos Músicos, depositado no Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria.

Esta exposição trará pela primeira vez ao público uma extraordinária riqueza documental conservada nestes acervos, que é uma fonte essencial para a história da vida musical em Portugal entre o final do Antigo Regime, quando se dá um crescimento no associativismo musical dos músicos portugueses, até à integração de Portugal na então CEE (1985), e ao consequente início da livre circulação dos profissionais da música no mercado de trabalho europeu.

Documentar e trazer a lume a forma como as associações e os músicos se organizaram profissionalmente ao longo deste largo período, visa estimular novos olhares sobre as condições da actividade musical quotidiana em Portugal, um património imaterial histórico riquíssimo que importa preservar, estudar e salvaguardar.


A exposição “Ser Músico em Portugal (1750-1985)” tem como responsáveis pela produção e curadoria os investigadores Cristina Fernandes, Manuel Deniz Silva e Tiago Manuel da Hora, e é dedicada à memória de Francesco Esposito (1964-2020), musicólogo e um dos principais impulsionadores do projecto PROFMUS.




73 visualizações0 comentário